Queimaduras de Sol
Queimaduras de Sol
15/01/2019
XTERRA abre 2019 com tradicional e requisitada etapa carioca
XTERRA abre 2019 com tradicional e requisitada etapa carioca
17/01/2019
Exibir tudo

Trilha da Pedra do Sino – Parque Nacional da Serra dos Órgãos (RJ)

Trilha da Pedra do Sino – Parque Nacional da Serra dos Órgãos (RJ)

Prepare-se: Em alguns meses vai chegar a melhor época para a prática de trekking e montanhismo no Brasil, entre os meses de maio e julho, pois o risco de chover no alto da montanha é bem menor em relação ao verão, onde sempre há chuvas fortes. Para quem está no Rio de Janeiro ou possui fácil acesso, uma trilha imperdível é a Pedra no Sino, situada no Parque Nacional da Serra dos Órgãos.

A Pedra do Sino é o ponto culminante da Serra dos Órgãos com 2.275m e lá do alto a vista alcança toda a Baía de Guanabara, a cidade do Rio de Janeiro e parte do Vale do Paraíba. O acesso tem cerca de 11 km (cinco a seis horas) de caminhada desde a sede do Parque, em Teresópolis, até o ponto culminante da serra. A trilha é acidentada, de nível pesado, e seu acesso é limitado a 100 pessoas por dia.

O ideal é que se programe para pernoite, que é facilitada pela estrutura oferecida pelo parque (agendar previamente no site parnaso.tur.br). O horário de subida vai depender do seu objetivo, mas a dica é se programar para curtir o pôr do Sol e o nascer do sol no cume.

O que levar

Leve somente o necessário (tente não passar de 8 kg de carga) e leve a mochila corretamente, pois uma mochila pesada e/ou mal transportada pode dificultar e muito a sua subida.

Prepare-se para o frio, pois você pode se deparar com temperaturas negativas lá em cima.

Hidratação: Não é necessário levar água para todo o percurso, pois existem pontos para reabastecimento. Leve seu cantil ou mochila de hidratação e suas pastilhas Clorin para tratar a água coletada e evitar uma possível infecção.

Além disso, saco de dormir, lanterna com pilhas extras, protetor solar, repetente, e mantimentos para alimentação como macarrão instantâneo, nuts, frutas secas, leite em pó, café solúvel, chocolate, ovos cozidos e outros alimentos secos e embutidos. Ah, e não se esqueça do seu fogareiro se a opção de pernoite for o acampamento.

E é isso, prepare-se, descanse e mantenha uma alimentação leve no dia anterior e tenha uma boa caminhada, tenha certeza de que o visual e a conquista são recompensadores e vale todo o esforço!

Fontes: Parnaso.tur.brintrip.com.br

Via: Camelbak Training Club

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *