Maracanã
Onde correr na Zona Norte do Rio de Janeiro: Maracanã
18/06/2021
Exibir tudo

Onde correr no Centro do Rio de Janeiro: Praça Paris

Onde correr no Centro do Rio de Janeiro - Praça Paris

Olááá! Tudo bem? Em mais um post sobre onde correr no Centro do Rio de Janeiro, trago a Praça Paris. Ela foi uma das votadas durante a enquete no Instagram.

A Praça Paris é uma praça com muita história. Ela foi construída em 1926, com projeto do urbanista francês Alfred Agache, durante a gestão do prefeito Antônio Prado Júnior.

O nome da praça indica o estilo de jardim utilizado: um típico jardim francês.

As principais características de um jardim francês é o espelhamento (um lado é igual ao outro espelhado) e a arte topiária (aquelas plantas moldadas. Lembra do filme Edward Mãos de Tesoura?).

Praça Paris

Imagem: Arquivo pessoal.

Interessante que a Praça Paris era muito maior do que vemos hoje. Ela ia desde as Avenidas Rio Branco e Beira Mar até a Rua da Glória.

E por que ela perdeu área? Porque queriam fazer uma praça em homenagem ao Marechal Deodoro. Então, ela foi reduzida e deu lugar à Praça Marechal Deodoro da Fonseca (aquela, com aquele monumento gigantesco que conseguiram roubar uma das esculturas. Eu sóf ico imaginando como fizeram isso).

Para a construção do metrô, a Praça paris foi destruída e só foi restaurada em 1992. Então, ela voltou um pouco modificada da sua condição original. A principal novidade foi a colocação de grades no entorno para ajudar na preservação.

Praça Paris

Imagem: Arquivo pessoal.

Correndo na Praça Paris

Cada volta correndo na Praça Paris totaliza 1 km.

A pista é de terra batida, o que não exige tanto das articulações. No entanto, pode ser ruim, caso o dia esteja chuvoso (ou tenha chovido alguns dias antes) ou muito seco (haja poeira).

Dia de Sol quente também é bom correr em horário mais cedo ou bem mais tarde. Isso porque  a quantidade de sombras é limitada.

Existem guardas na praça até 22h, o que aumenta a sensação de segurança.

Correr na Praça Paris é correr vendo artes. Existem diversas esculturas no local. Entre elas, podemos destacar:

  • Busto de Alfredo Agache (homenagem ao autor do projeto da Praça Paris);
  • Monumento a Adolfo Varnhagen (erguido em celebração ao centenário da fundação do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, no qual Adolfo Varnhagem foi primeiro-secretário. O IHGB fica em frente a Praça Paris);
  • Monumento ao Almirante Barroso (inaugurado em outra praça, mas foi transferido para a Praça Paris devido as obras do metrô);
  • Estações do ano em mármore de carrara (inspiradas em esculturas que se encontram no Jardim de Versalhes);
  • Busto de Vera Janacopulos (uma importante intérprete de câmara que se apresentava no mundo inteiro e fazia concertos de caridade durante a Primeira Guerra Mundial);
  • Chafariz (o chafariz e seus quatro golfinhos também foi inspirado no Jardim de Versalhes);
  • Felino em mármore de carrara (Descritas na praça como horizontal e vertical, as obras são réplicas de “La lionne couchée” e “La lionne à l’affût”);
  • Busto de Carmen Gomes (homenagem à cantora lírica soprano que tinha carreira musical no Brasil e em Buenos Aires);
  • Efigie de Reis e Silva (homenagem para imortalizar o cantor lírico nacional);
  • Busto de Cândido Mendes (homenagem ao educador e escritor brasileiro);
  • Busto de Clóvis Beviláqua (homenagem ao jurista cearense, membro fundador da Academia Brasileira de Letras, que organizou o projeto do Código Civil Brasileiro e representou o Brasil no Tribunal de Haia);
  • Busto de Affonso Celso (homenagem a outro fundador da Academia Brasileira de Letras).
Praça Paris

Imagem: Arquivo pessoal.

Na Praça Paris também são vistas antigas luminárias, que faziam parte do mobiliário urbano do Rio de Janeiro do início do Século XX.

Nossa, bastante arte em um lugar só, né? Você já correu na Praça Paris? Como foi a experiência? Conte aqui nos comentários e vamos continuar essa conversa!

Um super beijo e até a próxima.

Carolina Belo.

Blog: https://www.viajarcorrendo.com.br

Instagram ícone Facebook ícone YouTube ícone Twitter ícone Pinterest ícone

 

 

Viajar Correndo

Últimas matérias do Viajar Correndo:

Onde correr na Zona Norte do Rio de Janeiro: Maracanã

Planejamento de Viagem para Correr

Jornada Corredor que Viaja

Carolina Belo
Carolina Belo
Olááá! Eu sou Carolina Belo, um ser “múltiplo”. Isso porque sou Bióloga, Turismóloga e Guia de Turismo. E nessa mistura toda ainda sou viajante e corredora. Gosto muito de escrever, principalmente quando o tema envolve minhas paixões: viagem, corrida e fotografia. Sou uma pessoa feliz...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *