Onde correr no Centro do Rio de Janeiro: Boulevard Olímpico
13/11/2020
Onde correr na Zona Oeste do Rio: Barra da Tijuca
18/12/2020
Exibir tudo

Onde correr na Zona Sul do Rio de Janeiro: Vista Chinesa

Olááá, tudo bem? Continuando na nossa série sobre lugares para correr na cidade do Rio de Janeiro, hoje vamos explorar onde correr na Zona Sul do Rio. O nosso local é a Vista Chinesa! Vamos lá?

Na verdade, para sermos mais exatos, vamos falar sobre o trecho da Estrada Dona Castorina, que inclui a Vista Chinesa e outros pontos.

Começando pelo Jardim Botânico e terminando no Alto da Boa Vista, a Estrada Dona Castorina possibilita um treino de quase 10 km, sendo que a metade inicial é de subidas.

E, claro, se começar pelo Alto e terminar no Jardim Botânico, você tem mais descidas.

O trajeto passa dentro do Parque Nacional da Tijuca e inclui pontos de interesse turístico como a Mesa do Imperador e a Vista Chinesa.

E como eu sou guia de turismo e gosto de uma história, vamos a elas?

Parque Nacional da Tijuca

Dividido em quatro setores, sendo três deles de visitação (Floresta, Serra da Carioca e Pedra Bonita/Pedra da Gávea), o Parque Nacional da Tijuca (PNT) tem opções de programas para todos os públicos.

Criado em 1961, a área do PNT é composta por vegetação secundária, uma vez que é fruto de um reflorestamento.

E um reflorestamento bem a frente de seu tempo… D. Pedro II (gosto muito da sagacidade dele em vários temas) promoveu o reflorestamento quando percebeu-se que o abastecimento de água potável da cidade estava sendo prejudicado por conta do desmatamento causado para a plantação de café.

Correr pela Vista Chinesa está dentro do Setor Serra da Carioca do PNT.

Vista Chinesa

A Vista Chinesa é composta por um pagode feito de bambu e cimento. Calmaaaaa… Não tem nada a ver com o ritmo musical.

Pagodes são essas estruturas de pavilhões, tipo casinhas, bem típicas da cultura oriental.

Esse pagode foi construído entre 1902 e 1906, durante o mandato do prefeito Pereira Passos (sim, o cara que fez uma mudança aloprada na cidade do Rio de Janeiro, com a intenção de transformá-la na Paris dos Trópicos).

A ideia era homenagear os chineses que trouxeram o chá para o Brasil no século anterior. Eles tentaram realizar a plantação por aqui, por um pedido de D. João VI (visando ganhar uma grana, uma vez que na colônia de Macau a exportação de chá dava um lucro excelente).

No entanto, por diversas razões, o negócio não deu certo por aqui.

Localizada a 380 metros acima do mar, a Vista Chinesa permite que se vejam diversos pontos turísticos do Rio, inclusive uma paisagem de tirar o fôlego.

Algumas possibilidades com um dia lindo:

Baía de Guanabara, Cristo Redentor, Lagoa Rodrigo de Freitas, Morro Dois Irmãos, Niterói, Pão de Açúcar, praias de Ipanema e Leblon…

 

Mesa do Imperador

A Mesa do Imperador tem esse nome porque servia de ponto de descanso para a Família Real quando passeavam pela região.

 

De lá também é possível avistar uma parte da cidade.

 

Da Mesa do Imperador é possível fazer um pequeno trecho de trilha de 870 metros e chegar à Pedra da Proa.

O nome é bem intuitivo… Ela lembra a proa de um navio e a visão de lá é de tirar o fôlego.

Falando em trilha, há diversas trilhas que partem/chegam da/à Estrada Dona Castorina. Elas levam a diversas cachoeiras. No entanto, somente entre nas trilhas com uma pessoa que conheça ou com um guia de turismo.

Apesar de terem sinalização, é sempre bom ter a companhia de alguém que conheça a região.

Algumas dicas importantes para a corrida na Vista Chinesa

Até há uma fonte de água entre a Vista Chinesa e a Mesa do Imperador e muitas pessoas reabastecem a garrafa ali.

 

Mas, caso você não goste de fazer dessa forma e prefira comprar, não há lojas ou vendedores na região.

Portanto, leve a sua água e os alimentos e suplementos necessários.

Também não há banheiros públicos.

É importante estar atento também à questão da segurança. Tome cuidado em horários menos visitados, pois já ocorreram assaltos no local. Tente ir aos fins de semana, quando o local é mais movimentado.

Você já correu na região da Vista Chinesa?  O que achou? Fez o percurso todo (ou mais um pouco)? Conte aqui nos comentários como foi sua experiência e vamos continuar a nossa conversa!!!

Até a próxima!

Um super beijo,

Carolina

Blog: https://www.viajarcorrendo.com.br

Instagram ícone Facebook ícone YouTube ícone Twitter ícone Pinterest ícone

 

 

Viajar Correndo

 

Últimas matérias do Viajar Correndo:

Onde correr no Centro do Rio de Janeiro: Boulevard Olímpico

Onde correr na Zona Norte do Rio de Janeiro: Parque Madureira

Onde correr na Zona Oeste do Rio de Janeiro: Parque Radical de Deodoro

Já é hora de planejar viagem? Afinal, quando será seguro para viajar?

Carolina Belo
Carolina Belo
Olááá! Eu sou Carolina Belo, um ser “múltiplo”. Isso porque sou Bióloga, Turismóloga e Guia de Turismo. E nessa mistura toda ainda sou viajante e corredora. Gosto muito de escrever, principalmente quando o tema envolve minhas paixões: viagem, corrida e fotografia. Sou uma pessoa feliz...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *