O que significa #TBT ou ThrowBack Thursday?
28/05/2020
Resiliência
Resiliência é ter dentro de si um sol que nunca se põe
01/06/2020
Exibir tudo

Isso Me Traz Alegria… E espero que leve a você também

Isso me traz alegria

 

Olááá! Novamente estamos aqui no Todo Mundo Corre com uma proposta de arrumação do ambiente (e da mente!). Vamos lá?

 

.
Como o post anterior teve uma boa repercussão, achei que seria legal continuar explorando este assunto. Desta vez, vamos ter como base o outro livro da Marie Kondo, “Isso Me Traz Alegria – Um Guia Ilustrado da Mágica da Arrumação”.

O nome é bem sugestivo, né? Afinal, a arrumação pode ser um processo, digamos, doloroso, mas que ao final traz uma libertação total. E liberdade, geralmente, leva à alegria não é mesmo?

“Isso Me Traz Alegria” é realmente um guia ilustrado das técnicas de arrumação que Marie Kondo nos contou em seu primeiro livro.

Por conta disso, pouca coisa é acrescentada de novo nesse livro. Mas achei válido porque dá para ter uma noção visual de como fazer.

Como já falamos anteriormente, o método da Marie Kondo é simples: descarte aquilo que não te traz alegria. E o que traz? Arrume um lugar certo para eles.

Eu confesso que arrumei do jeito que ela explicou em relação a ver as roupas e os objetos que me faziam feliz. No entanto, não dobrei da forma que ela sugeria (sim, momento rebelde!).

No entanto, ao escrever este post, decidi dar uma testada em uma das minhas gavetas.

Caraaaaaaaaa… Uma pena que não fotografei o antes dela… Ela estava completamente tomada por essas mesmas peças que hoje estão dando esse espaço mágico!

 

isso me dá alegria

 

Então, resolvi testar nas outras gavetas… Tive o cuidado de fotografar o antes e o depois… Observe:

 

Isso me traz alegria

 

Fiquei tão abobalhada que resolvi gravar… Dá uma conferida em uma das técnicas de como dobrar as roupas e veja a diferença no antes e no depois…

 

 

Como disse, eu mesma não acreditei.

Em relação à gaveta com as camisetas de corrida, não achei válido o mega espaço.

 

Isso me traz alegria

 

“Ué, por quê?”

Porque como o tecido é mais maleável, elas caem e fazem bagunça na hora de puxar. Então, vou deixar no meu modo rolinho mesmo.

No entanto, nas outras gavetas vou usar a técnica dela…

Achei importante colocar esse exemplo rebelde aqui, porque você também não precisa seguir tudo a ferro e fogo.

Quando ela manda jogar toda a roupa no chão para fazer a triagem, eu jamais faria isso! Eu já lavei, eu já passei e vou amassar e sujar tudo de novo?

Ou então quando ela afirma que a arrumação deve ser feita toda em um dia só… Bom, se isso for bom para você, faça.

No entanto, para mim, arrumar é extremamente cansativo! Mexe com muita energia e eu preciso de um tempo para me adaptar.

Dessa forma, eu fiz aos poucos. E minha casa continua super arrumada e tranquila.

Então, a ideia é encontrar o que mais combina com você e com a sua fase de vida atual.

Se, para você, ser radical assim é válido, excelente. Vá em frente desse modo. Se não for, tranquilo também. Respeite-se e faça como achar que deve.

E aí? Gostou da dica de arrumação? Conte aqui nos comentários e vamos continuar nossa conversa!

Até a próxima!

Um super beijo,

Carolina

Blog: https://www.viajarcorrendo.com.br

Instagram ícone Facebook ícone YouTube ícone Twitter ícone Pinterest ícone

 

 

 

 

 

.
Últimas matérias do Viajar Correndo:

A Arte da Arrumação no período de isolamento social

Running Tour, conheça as cidades correndo

Uma viagem na história do Blog Viajar Correndo

Alimentação em viagens para correr…

Pinterest, uma rede social que ajuda no planejamento de nossas viagens

 

Carolina Belo
Carolina Belo
Olááá! Eu sou Carolina Belo, um ser “múltiplo”. Isso porque sou Bióloga, Turismóloga e Guia de Turismo. E nessa mistura toda ainda sou viajante e corredora. Gosto muito de escrever, principalmente quando o tema envolve minhas paixões: viagem, corrida e fotografia. Sou uma pessoa feliz...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *