Canelite: O que é? Como evitar? Mitos e Verdades
30/05/2019
XTERRA Ouro Preto
Com vitórias de Lucio Otavio e Sofia Subtil, XTERRA Ouro Preto marca início do MTB Cup Pro em grande estilo
05/06/2019
Exibir tudo

Estudo: exercício físico ajuda na luta contra o tabagismo

exercício físico

Quando falamos sobre lutar contra nossos vícios, parar de fumar é uma das tarefas mais complicadas pois mexe com o bem-estar psicológico e físico

Quem fuma coloca naquele cigarro muita coisa: as frustrações, a ansiedade, o nervosismo, – até as alegrias, a hora de socializar e de silenciar. Mas um estudo britânico aponta que praticar exercício físico pode ser um importante passo nessa luta contra o tabagismo.

pesquisa da St. George’s University of London aponta que o exercício físico durante a exposição à nicotina reduz acentuadamente a gravidade dos sintomas de abstinência desta substância, um efeito que é acompanhado por uma maior ativação dos receptores de acetilcolina nicotínica α7 (alvos da nicotina) na região do hipocampo do cérebro.

“Os achados apoiam o efeito protetor do exercício contra o desenvolvimento da dependência física, o que pode ajudar a parar de fumar, reduzindo a gravidade dos sintomas de abstinência”, disse o autor principal do estudo, Dr. Alexis Bailey.

E este exercício não precisa ser necessariamente vigoroso. De acordo com os pesquisadores, os mais indicado são os exercícios cardiovasculares, que melhoram a vasodilatação e aumentam o volume de oxigênio circulante no organismo.

Apenas 15 minutos de uma atividade aeróbica leve (caminhar ou correr em ritmo tranquilo) já ajudariam a reduzir a abstinência, segundo o estudo.

A pesquisa foi feita usando ratos como cobaias. Por isso, segundo os próprios cientistas, ainda é necessário avançar na investigação para comprovar a eficácia da tese em humanos.

Segundo eles, outros mecanismos ligados ao movimento do corpo podem ter influência para a diminuição desse e de outros vícios que adquirimos ao longo da vida.

Para quem fuma e já pratica esportes, vale a dica: a Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou relatórios que confirmam que praticantes de atividades físicas fumantes se recuperam mais lentamente do esforço físico, além de perder mais massa muscular, já que a nicotina reduz a síntese de proteínas.

Fonte: Ativo

 

Leia também: Que efeito alta ingestão de álcool após o exercício tem na recuperação muscular?

Renato Almeida
Renato Almeida
Empreendedor responsável pela empresa RRtech Web Design & Marketing Digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *