Farinha de pipoca
Farinha de pipoca: o que é? Como fazer?
12/02/2019
Nutrição esportiva
Nutrição esportiva: dúvidas e sugestões
18/02/2019
Exibir tudo

Caminhada, corrida e trote: entenda a diferença entre eles

Corrida. caminhada e trote

Runner's world Brasil

As atividades físicas aeróbicas são muito recomendadas pelos médicos e praticadas hoje em dia pela população mundial, com isso, a caminhada e a corrida têm ganho cada vez mais adeptos.

A corrida e a caminhada ganham cada vez mais praticantes com o constante crescimento e visibilidade das “corridas de rua”. Por estar inserido nesse universo de corredores, tenho percebido que muitos dos meus alunos e amigos ainda têm algum tipo de dúvida no que se diz respeito às diferenças entre a caminhada, o trote e a corrida. Então resolvi fazer esse post onde tenho a intenção de dirimir as principais dúvidas e mostrar alguns benefícios dessas três atividades.

Corrida, caminhada e trote

O QUE É CAMINHADA?

A caminhada é considerada aquela em que a velocidade pode chegar até 6km/h, onde os pés, sempre, mantêm contato com o solo e é dividida em duas fases: a de apoio e a de balanço. Quando o pé traseiro está terminando a impulsão o dianteiro está iniciando o toque do calcanhar. Vale ressaltar a diferença entre o “andar” no shopping, no mercado e de fato o exercício caminhar. A caminhada é geralmente controlada por um esforço mínimo, cerca de 55% a 60 % da Frequência Cardíaca Máxima (FCM) e produz baixo impacto, logo se torna ideal para quem acabou de romper a barreira do sedentarismo e está iniciando no mundo das corridas ou para aquelas pessoas que possuem alguma restrição médica.

Corrida, caminhada e trote

O QUE É CORRIDA?

A corrida é considerada aquela em que se mantém uma velocidade superior a 8km/h. Diferente da caminhada, ela possui uma fase em suspensão, onde os dois pés perdem o contato com o solo, como se fossem saltos. A corrida normalmente pode ser realizada em três níveis de intensidade, comumente visto em planilhas de treinamento, como, a Corrida Leve (55% a 70% da FCM), Corrida Moderada (70% a 85% da FCM) e Corrida Forte (acima de 85% da FCM). Produz um impacto maior que o da caminhada e exige mais preparo do nosso corpo, logo, é indicada pra quem já tem um nível mínimo de treinamento. Não dá pra sair do sofá e já começar correndo.

O QUE É TROTE?

O trote nada mais é que a transição entre a caminhada e a corrida, e preenche a velocidade entre 6 e 8 km/h. Começa a exigir um pouco mais de respiração e os pés já começam a ensaiar a passada da corrida, porém com passos mais curtos e uma exigência um pouco menor das pernas, a fase em suspensão é quase que imperceptível. Tanto a caminhada como o trote, são muito utilizados como aquecimento para treinos mais fortes de corrida, assim como momentos de recuperação ativa para treinos intervalados.

BENEFÍCIOS

Os benefícios dessas atividades são praticamente os mesmos, porém com proporções diferentes. De acordo com o volume e a intensidade com a qual são praticadas, dentre os principais benefícios posso citar a prevenção de doenças cardiovasculares, a melhora da circulação sanguínea e do sistema imunológico, a prevenção e combate a osteoporose, a manutenção do colesterol, glicemia e hipertensão, a queima de gordura e o controle do peso corporal, a tonificação da musculatura dos membros inferiores, a melhora dos sintomas da depressão e a produção da sensação de prazer.

Com isso, espero ter conseguido ajudar e caso ainda tenha alguma dúvida, deixe-a nos comentários, terei um enorme prazer em respondê-la.

Aproveito para deixar claro que todo tipo de treinamento deve “SEMPRE” ser prescrito e orientado por um Profissional de Educação Física, respeitando a individualidade biológica de cada um. Então se você está iniciando ou querendo progredir em seu treinamento não copie “receitas” prontas, procure a ajuda de um profissional.

Todo Atleta assessoria de corrida
André Luiz Souza
André Luiz Souza
Responsável técnico e professor da assessoria esportiva Todo Atleta. Pós-graduando ciência da performance humana (UFRJ), graduado em educação física (UFRJ), com curso em treinamento funcional (CEFAN) e curso de treinamento físico militar (CEFAN).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *