Wings for Life
Uma prova que todos deveriam fazer uma vez na vida: Wings for Life World Run
22/02/2019
Orçamento para viagens para participar de corridas… Vamos falar de economia?
08/03/2019
Exibir tudo

Assaduras

Assaduras

Assaduras são um problema relativamente comum entre corredores.

Elas geralmente são resultado do atrito da pele com pele (entre as pernas ou nas axilas), pele com a roupa (atrito da camiseta, top ou shorts) ou até mesmo pele com monitor cardíaco em movimentos repetitivos e podem chegar a causar feridas em carne viva.

A pele muito úmida pela transpiração em dias muito quentes e úmidos ou chuvosos tende a agravar o problema e utilizar equipamentos adequados é o primeiro passo para evitar assaduras, mas há outras estratégias para evitá-las e para tratá-las.

Prevenção

Para prevenir essas lesões bastante desconfortáveis preste atenção ao seu corpo durante o treino. Se houver alguma área que causa incômodo procure identificar o local e a causa: é o tipo de tecido, o desenho do shorts, a presença de uma costura, é atrito de pele com pele?

Dê preferência a roupas sintéticas, que absorvem o suor e evitam o seu acúmulo na pele, considere usar legging/bermuda de lycra ou de compressão para evitar assaduras entre as pernas; evite top ou sutiã muito justo e preste atenção às costuras nas peças de roupa pois eles irão contribuir para a formação de assaduras.

Adicionalmente, é importante manter uma hidratação adequada pois uma pele bem hidratada é menos propensa a assaduras e a transpiração abundante irá evitar que cristais de sais se acumulem na pele agravando o problema.

Outra opção é a aplicação de cremes e pomadas lubrificantes/para assaduras nas áreas afetadas, de preferência antes da corrida.

Em caso de feridas nos mamilos (mais comum nos homens) uma alternativa é colocar curativo sobre os mamilos com antecedência.

Após assaduras

Uma vez que as assaduras tenham ocorrido lave a área com água morna (evite água muito quente) e sabão. Seque a área gentilmente, evitando esfregar a toalha sobre a assadura, e aplique uma fina camada de pomada antibiótica sobre a região para evitar infecções de pele.

Utilize roupas leves e frouxas e cubra a ferida com gaze se necessário. Feridas mais superficiais devem se recuperar dentro de alguns dias mas caso a lesão permaneça e não esteja demonstrando sinais de melhora após 2-3 dias, houver vermelhidão intensa, estiver aumentando de tamanho, apresentar bolhas ou pus é recomendável procurar atendimento médico.

As assaduras podem ser facilmente evitadas mas o processo pode exigir alguma atenção e um pouco de tentativa e erro até você encontrar as soluções que melhor atendem às suas necessidades.

Preste atenção aos detalhes (se a sua mochila ou sistema de hidratação está bem ajustado e não causando mais atrito), teste alguns cremes e pomadas até encontrar o que lhe agrada e pode até ser necessário você aparar ou depilar certas regiões do corpo (virilha, axila) para controlar/eliminar o atrito.

E não se esqueça de permitir que seu corpo se recupere das lesões antes de voltar a correr!

Fonte: Camelbak Training Club

Autor: Samanta Chu

Representante no Brasil e instrutora da Wilderness Medical Associates International, ministra cursos no Brasil e no exterior desde 2011. Com formação de Técnico de Emergências Médicas (EMT – EUA), é montanhista e escaladora há 17 anos e praticante de diversas atividades outdoor. Guia profissional, lidera viagens e expedições em ambientes naturais com caminhada, escalada/atividades verticais e caiaque oceânico há 10 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *