Edgar Oliveira
Treinando em casa: manter a resistência aeróbia 2
22/04/2020
Viajar correndo
Uma viagem na história do Blog Viajar Correndo
24/04/2020
Exibir tudo

A importância de manter os treinos domiciliares durante o isolamento social

Por que se exercitar em casa?

 

Em decorrência do isolamento social imposto pela necessidade de conter o avanço do contágio do COVID-19, de forma abrupta e rápida, todos tiveram sua rotina modificada, incluindo assim, o ritmo de treino e de atividade física em geral.

É natural que ao ficar em casa o comportamento sedentário venha a aumentar, e consequentemente, a perda de força muscular, condicionamento cardiovascular e performance sejam potencialmente reduzidas.

O exercício físico atua de maneira determinante em muitas patologias, como por exemplo, na hipertensão arterial e diabetes, auxiliando no tratamento e no não desenvolvimento de novas doenças. Além disso, ajuda na melhora da imunidade, na regulação da ansiedade, estresse e diminuição de sintomas depressivos, fatores que podem ser prejudicados durante o período de isolamento. De acordo com tal situação, é necessário reforçar estratégias que podem ser utilizadas para que possamos nos adaptar e ajustar o nosso nível de atividade física diária pelo tempo que permanecermos em casa.

isolamento social

Foto de Alexy Almond

Podemos citar como alguns dentre muitos benefícios do exercício físico:

– Combate ao excesso de peso;

– Promove o fortalecimento do sistema imunológico;

– Fortalecimento muscular;

– Melhora da postura;

– Diminuição da dor;

– Diminuição do risco de doenças cardiovasculares, entre outras;

– Diminuição da ansiedade, estresse e depressão;

– Melhora da autoestima e promove sensação de bem estar;

Estudos mostram que exercícios de leve à moderada intensidade possuem efeito benéfico no aumento da imunidade do indivíduo, porém, exercícios de alta intensidade e grandes volumes apresentam o efeito inverso.

Existe um verdadeiro sistema de comunicação metabólico, imunológico e muscular que participa na coordenação, integração e regulação de tudo que acontece durante o exercício físico. Variáveis como a intensidade, duração e o tipo de exercício são determinantes para promover as alterações que ocorrem durante e após o exercício.

No momento em que nos encontramos é essencial que nossa imunidade esteja alta, portanto, exercícios de alta intensidade se mostram contra indicados nesse período.

isolamento social

Foto de Alexy Almond

E como classificarmos se um exercício é considerado de leve, moderada ou alta intensidade?

Esse é o grande perigo quando resolvemos realizar programas de treinamentos protocolares ou desenvolvidos por pessoas que não são profissionais qualificados.

Pois, ao se realizar exercícios de alta intensidade, ocorre a redução da quantidade de glutamina nos músculos sendo este um dos fatores que propiciam a queda da imunidade. Glutamina é um aminoácido não essencial que tem um fluxo direto e contínuo dos músculos para o fígado, intestino, rins e sistema imunológico.

Um mesmo exercício pode ser considerado de leve intensidade para um atleta de alta performance, porém, para um indivíduo sedentário que resolveu começar a se exercitar durante esse período de isolamento social, pode ser considerado um exercício de alta intensidade, resultando em consequência disso, o aparecimento de lesões e complicações sérias.

 

isolamento social

Foto de Alexy Almond

Algumas dicas para quem quer se exercitar em segurança nesse período de isolamento social:

  • Evitar treinos intensos (de longa duração, grandes volumes com uma percepção de esforço muito alta). Como citei anteriormente, isso pode baixar a sua imunidade e não queremos isso. Lembre-se: O principal objetivo no momento é se manter fisicamente ativo;
  • Nada de “invencionices”. Para você que não possui um acompanhamento profissional qualificado nesse período, uma boa estratégia é executar exercícios que você já realiza/realizou na sua rotina de treino;

 

  • Organização: Prepare sua série de exercícios como se você estivesse indo para uma aula na academia ou em qualquer outro local. Utilize roupas leves, calçados adequados, hidrate-se adequadamente e mantenha uma alimentação saudável;

 

  • Procure a orientação de um profissional qualificado. Ele saberá prescrever a melhor estratégia de treinos de acordo com o seu nível de condicionamento, objetivos e suas limitações;

 

  • Tudo em excesso é perigoso e prejudicial. O excesso de treino, a quantidade de vezes ao dia e o tempo de realização de cada exercício devem ser dosados, principalmente para exercícios que promovam impacto nas articulações e musculatura como corrida e pular corda.

 

É de extrema importância nos mantermos ativos fisicamente, tanto para nossa saúde física quanto mental, porém, treinar em casa sem a orientação adequada de um profissional qualificado pode ser extremamente perigoso e um fator determinante para o aparecimento de lesões.

É necessário ficarmos atentos em como realizar tais exercícios e mantermos nossos treinos em casa. Procure um profissional qualificado, caso não tenha um lhe orientando e acompanhando, para que você possa se manter ativo e principalmente, longe das lesões.

Existem diversos profissionais qualificados nas redes sociais se dispondo a ajudar e elaborando programas de exercícios fundamentados em seus conhecimentos e competências.

 

isolamento social

Foto de Alexy Almond

“Diagnóstico não define o seu destino”

 

Você sabia que não precisa ter uma lesão para procurar um fisioterapeuta?

Quer saber como a fisioterapia esportiva pode prevenir lesões, além de reabilitá-las, te auxiliando a se manter saudável durante toda a temporada do seu esporte favorito?

Eu posso lhe ajudar!

Sou o Dr. Luis Henrique Martins, fisioterapeuta, e será um prazer contribuir para alcançarmos juntos os seus objetivos.
Não deixe de se cuidar durante o isolamento social, estou realizando atendimentos online!

Juntos somos mais fortes!

Lifefisio fisioterapia

 

 

 

www.life-fisio-fisioterapia.webnode.com

Instagram WhatsApp

Dr. Luis Henrique Martins
Dr. Luis Henrique Martins
Fisioterapeuta|CREFITO2:222912-F. Sou sócio e fundador do consultório Life Fisio Fisioterapia. Atendo nas áreas de fisioterapia esportiva (prevenção, reabilitação e recovery), traumatoortopédica, neurológica e geriátrica realizando um trabalho individual e personalizado para todos os atletas/clientes de acordo com suas necessidades e objetivos, através de diversas técnicas como terapia manual, agulhamento a seco (Dry Needling), bandagens funcionais, liberação miofascial entre diversas outras. Atuo também em parceria com o site Todo Mundo Corre e outras instituições esportivas.

1 Comment

  1. […] A importância de manter os treinos domiciliares durante o isolamento social […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *