Por que movimentar o meu corpo
Por que movimentar o meu corpo?
13/05/2020
Histórias olímpicas com Edgar Oliveira
TMCast 08 – Histórias olímpicas com Edgar Oliveira
16/05/2020
Exibir tudo

A arte da arrumação no período do isolamento social…

A arte da arrumação no período do isolamento social

Olááá! Tudo bem? Hoje, novamente, não venho falar diretamente de viagem e corrida, masssss, indiretamente, sim.

 

No início do período de isolamento social, virei a louca da faxina. E, como as energias semelhantes atraem outras energias semelhantes, comecei a ler um livro chamado “A Mágica da Arrumação” de Marie Kondo.

.

A arte da arrumação

.

Aí você vai perguntar:

“O que isso tem a ver com viagem? E com corrida?”

Como falei no inicio, diretamente, nada. No entanto, a questão da arrumação em si traz clareza para a mente. Você não acha?

Quantas vezes você teve um problema e, enquanto arrumava as coisas de casa, teve um insight? Nenhuma? Comigo acontece, mas, beleza, vou tentar de novo…

Quantas vezes você se sentiu cansado e chateado por ter que procurar alguma coisa no meio da bagunça? Ahhh, agora acertei, né?

.
a arte da arrumação

 

É uma questão psicológica mesmo… O ambiente interfere em nosso pensamento e na nossa saúde mental. Ao limparmos e organizarmos os nossos pertences, o cérebro se organiza também.

Mesmo não tendo a fundamentação teórica, tenho a experiência e a sensação que a arrumação me passa. Então, tomei a liberdade de escrever.

Marie Kondo é uma japonesa especialista em organização pessoal. Ela defende que o primeiro passo para ordenar a vida é ordenar o lar. Para isso, prega um estilo de vida minimalista (o que não significa uma vida sabática).

Em seu livro “A Mágica da Arrumação”, ela oferece dicas e técnicas para arrumar os pertences das pessoas. Consequentemente, acaba arrumando a vida delas.

Um dos preceitos de Marie Kondo é dar visibilidade às coisas. Quando você não vê o que tem, se esquece deles. E aí vai ficando tudo sem utilidade, esquecido no fundo das gavetas e estantes.

.

a arte da arrumação

 

E isso me lembrou de uma conversa que tive com dois amigos que disseram que, neste período, eles estão abrindo as gavetas e mexendo nos itens de corridas para “matar um pouco da saudade”. É uma forma de manter a chama acesa!

A própria Marie Kondo narra no livro exemplos de pessoas que, após passarem pelo processo de arrumação, abrem suas gavetas para observarem seus objetos queridos.

Eu já tinha feito uma limpa no ano passado aqui em casa quando meu pai morreu. Porque ao ver a quantidade de coisas que ele guardava, me deu um desespero enooooorme e eu pensei:

“Gente, eu também guardo um monte de coisas que não uso”.

Então, eu já tinha me liberado de váriossss objetos e coisas e, principalmente, papéis. No entanto, após ler o livro dela, mais coisa saiu daqui de casa.

Confesso que nem eu imaginava que teria ainda tanta coisa.

E, sem parecer clichê, hoje tenho me sentido muito melhor em casa, com a sensação de espaço e clareza mental.

Gostou da ideia? Está em casa e quer aproveitar esse tempo? Então, procure pelo livro A Mágica da Arrumação de Marie Kondo (Editora Sextante). Ela também tem uma série na Netflix (mas essa eu nunca vi e não tenho maiores informações).

Mas, pelo livro, tenho certeza de que você vai ter uma boa mudança de vida (se é isso que você busca no momento, claro!).

Espero que tenha gostado do assunto. Vamos continuar essa conversa aqui pelos comentários!  Então, não se esqueça de deixar uma mensagem por aqui!

Um super beijo e até a próxima!

Carolina

.

Blog: https://www.viajarcorrendo.com.br

Instagram ícone Facebook ícone YouTube ícone Twitter ícone Pinterest ícone

 

 

 

 

 

.
Últimas matérias do Viajar Correndo:

 

Running Tour, conheça as cidades correndo

Uma viagem na história do Blog Viajar Correndo

Alimentação em viagens para correr…

Pinterest, uma rede social que ajuda no planejamento de nossas viagens

.

Carolina Belo
Carolina Belo
Olááá! Eu sou Carolina Belo, um ser “múltiplo”. Isso porque sou Bióloga, Turismóloga e Guia de Turismo. E nessa mistura toda ainda sou viajante e corredora. Gosto muito de escrever, principalmente quando o tema envolve minhas paixões: viagem, corrida e fotografia. Sou uma pessoa feliz...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *